Português English

Claudio Maes

Claudio Maes

CVM

Claudio Maes é economista (UERJ), mestre em administração pública (Columbia University), especialista em regulação (UFRJ) e pós-graduado em administração financeira (FGV). Após trabalhar no setor privado por alguns anos, em diferentes mercados, Claudio ingressou na Comissão de Valores Mobiliários em janeiro de 2002, como analista de mercado de capitais, na área responsável pela análise e registro de ofertas públicas de distribuição de ativos (IPO, OPA, debêntures, securitização, fundos estruturados etc), onde se tornou gerente após 5 anos. Entre 2007 e 2012 Claudio liderou a equipe responsável pelo registro e supervisão dos denominados fundos estruturados, tais como FIP, FIDC e FII. Entre 2012 e 2016 Claudio respondeu pela gerência responsável pelo registro e supervisão dos fundos de investimento – fundos de ações, cambiais, renda fixa e multimercados. Durante 2 anos entre 2016 e 2018 Claudio esteve a serviço da área dedicada à proteção e orientação de investidores, tendo sido responsável pela área de educação financeira durante 1 ano. Desde outubro de 2018, Claudio lidera uma gerência de desenvolvimento de normas da CVM, sendo assim um dos responsáveis por elaborar a regulação incidente sobre o mercado de capitais brasileiro. Claudio já foi palestrante, painelista e audiência de um sem número de eventos do mercado de capitais, no Brasil e no exterior. Atualmente, dentre outras matérias, Claudio está direta e intensamente envolvido na criação de um sandbox regulatório para o mercado de capitais brasileiro. Desde a criação do Laboratório ABDE-BID-CVM de Inovações Financeiras, em 2017, Claudio dele participa ativamente, inclusive como coordenador técnico, o que o torna familiarizado com as fintechs. Atualmente, Claudio está especialmente interessado na contribuição que o mercado de capitais pode dar ao desenvolvimento sustentável do Brasil. Claudio já participou de muitos grupos de trabalho e forças-tarefas, inclusive internacionais, tais como – só alguns exemplos – o Sustainable Stock Exchanges das Nações Unidas, o Subcomitê de Disclosure da IOSCO, o Enlarged Contact Group de supervisores de veículos de investimento coletivo, o GT do COREMEC dedicado a fundos de investimento e o GT que reúne CVM e ANBIMA em entendimentos pelo desenvolvimento do mercado local. Claudio tem 48 anos, é casado e tem dois filhos.